Dicas para melhorar o conteúdo na migração do site sem perder SEO - Tot Conteúdo Digital
Aproveite a migração de um site para revisar e otimizar o seu conteúdo. Você só tem a ganhar com isso.
Conteúdo, site, institucional, SEO
18843
post-template-default,single,single-post,postid-18843,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-title-hidden,qode-content-sidebar-responsive,qode-theme-ver-16.9,qode-theme-bridge,disabled_footer_top,disabled_footer_bottom,wpb-js-composer js-comp-ver-5.7,vc_responsive

Dicas para melhorar o conteúdo na migração do site sem perder SEO

Uma hora ou outra você vai precisar migrar o conteúdo do seu site. Há inúmeras razões para isso acontecer. Pode ser pela necessidade de atualização do design, da tecnologia ou por falhas na estrutura. Pode ser também pelo desejo de ter um site mais moderno ou proporcionar uma experiência melhor para o leitor.

Não importa o motivo. O fato é que qualquer mudança realizada no site – e por consequência no seu conteúdo – pode impactar no SEO. O prejuízo direto poder ser na alteração no posicionamento dos resultados de busca e no tráfego de pessoas para o site.

Mas esta mudança pode ter um lado positivo. Claro que será necessário ter muita atenção durante todo o processo. Se tudo for feito corretamente, é possível tirar vantagem desta migração ao otimizar o conteúdo.

Confira aqui as dicas:

Reveja as URLs

Esta é uma oportunidade para definir URLs mais amigáveis e indicar quais são as palavras-chave. Use hífen para separar as palavras. Evite URLs longas e nunca utilize IDs numéricas. Evite também letras maiúsculas e acentos.

Pense nos títulos

O título é – sim – a isca para prender a atenção do seu leitor. Gaste um tempo pensando no melhor título. Além de aparecer no site, o título aparece também nos resultados de busca. Se for atrativo e bem construído, pode atrair novos leitores e aumentar o tráfego para o seu site.

Escolha as palavras-chave

Veja se as palavras-chave escolhidas para o texto são realmente as melhores e as mais buscadas pelo seu público. Senão, inclua ou exclua palavras. Isso é importante porque ajudará os motores de busca a entender o que exatamente se refere o conteúdo e entregar exatamente o que o leitor está buscando. Qualquer dúvida, faça pesquisas usando o Google Keyword Planner ou Google Trends.

Faça meta-descrições

É o pequeno texto usado nos buscadores para descrever o  conteúdo da página. Não é considerado para o rankeamento da página. Mas esta descrição ajuda o leitor a entender se o conteúdo vale a pena ser acessado. Ai sim, a descrição contribui com o rankeamento porque quanto mais alto for o acesso – ou o CTR (Click-Through Rate) – mais bem posicionada a página pode ficar.

Use tópicos

Crie um texto com parágrafos curtos. Se necessário, divida os parágrafos entre tópicos e subtópicos. Esta divisão tem duas funções. A primeira é dar um “respiro” para a página. É cansativo ler “textão”. A segunda é incluir a tag <h2> ou <h3>, que é o heading, e ajuda a dar relevância para as informações contidas no texto. Os buscadores identificam esta codificação e consideram na análise do conteúdo.

Destaque com negrito

Você dar destaque em algumas palavras usando negrito. O atributo <strong>  é uma codificação que, ao ser aplicada em palavras-chave, ajuda os buscadores a entender a importância da palavra no contexto. Isso também contribui com a relevância do conteúdo.

Otimize as suas imagens

Lembre-se que a migração do conteúdo é texto e imagens. Vários cuidados devem ser tomados nesta etapa. Ao cadastrar a imagem, é preciso incluir o atributo <alt>, que é um texto alternativo para que os robôs identifiquem o que a imagem representa no conteúdo. A recomendação é utilizar a palavra-chave nesta alt tag.

Revise os conteúdos

Alguns conteúdos podem ser recentes e, outros, bem antigos. É uma oportunidades para confirmar se as informações são válidas e se há novos dados para incluir. Conteúdos antigos podem já ter boa relevância. Mantê-los atualizados ajuda na manutenção da relevância e pode até contribuir para o crescimento da autoridade da página.

Inclua links

Muitas vezes o conteúdo escrito é baseado em diversas fontes de informação. Você pode referenciar estas fonte dando os links para estes sites. Linkar e ser linkado ajuda bastante na construção de autoridade. Coloque também links para conteúdos internos. Fazer esta indicação ajuda o Google a entender quais páginas são importantes e relacionadas a cada conteúdo.

Além disso, preste atenção nas URLs novas e nas antigas. É preciso fazer o redirecionamento de URL. Para isso, use o recurso Redirecionamento 301para fazer o direcionamento de um link antigo para um novo link. A autoridade conquistada da página antiga pode ser mantida. Também evita erros, porque orienta as ferramentas de busca a localizar a nova página em vez de uma página “removida”.



%d blogueiros gostam disto: